Site responsive! Pode ser visualizado em qualquer dispositivo movel.  OdontoConsullteOdontologia



×

A Nova Dentística Restauradora

          Nos últimos anos, o desejo de ter uma aparência saudável, jovem e bonita, tornou-se, cada vez mais, um aspecto importante na vida do ser humano.  A Odontologia Estética,um segmento da especialidade de Dentística Restauradora é usada para clarear, aumentar, diminuir, corrigir de pequenas à grandes imperfeições, além de disfarçar tudo que pode prejudicar a beleza e harmonia de um sorriso.

          Segundo a Cirurgiã Dentista, Maria de Fátima Schoichet, Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, Pós-Graduada pela New York University, “as restaurações estéticas vieram para ficar! Atualmente as grandes empresas de materiais Odontológicos estão investindo pesado no desenvolvimento de novas tecnologias que permitem restaurar com o mínimo de desgaste da estrutura dentária e com resultados estéticos fantásticos, porém a durabilidade destas vai depender muito do cuidado do paciente. Com uma higiene adequada,uma alimentação saudável e evitando hábitos inapropriados (como roer unha e utilizar os dentes como abridor),teremos uma vida útil destas restaurações bastante satisfatória  ", diz.

Restaurações estéticas:

          A Odontologia segue caminhos buscando restabelecer a estética e o bem estar do paciente, devolvendo-lhe a autoestima, o prazer em sorrir, ou seja, o prazer em viver. Inúmeras são as técnicas e materiais utilizados para a melhoria do sorriso que vão desde o clareamento dental, resinas, facetas e coroas de porcelana. Hoje os pacientes que procuram o tratamento odontológico por estética, não aceitam mais restaurações de amalgama (escuras) e metais.

         De acordo com Maria de Fátima, as restaurações em resina, são muito utilizadas hoje em dia, seja para trocar restaurações antigas ou restaurar novas cavidades provenientes de cárie. As resinas também são muito utilizadas para melhorar a forma dos dentes, restaurar dentes quebrados, manchados, espaçados ou um pouco desalinhados que podem ser transformados em um novo sorriso. É possível mudar todas as restaurações escuras ou metálicas, se estas não estiverem adequadas ou se o paciente se sentir inibido em sorrir por causa destas. Os dentes posteriores, que antes eram restaurados apenas por materiais metálicos, na atualidade podem ser confeccionados tanto em resinas como em porcelana.

          A vantagem mais conhecida das resinas compostas é a estética ,porém uma outra vantagem deste material é que quando corretamente indicada, as resinas restauram o dente de forma “conservadora”,  sem desgaste de tecidos dentários sadios, ou seja, o dentista remove apenas a cárie ou a restauração antiga para instalar a nova restauração.
                                                                                                  
Clareamento Dental:

          A busca pela estética é um fator de muita influência sobre o comportamento das pessoas. Por este motivo, é natural que a Odontologia se prepare para atender a esses anseios estéticos. A busca por um sorriso mais atraente e claro vem se tornando a cada dia mais comum e neste contexto, o clareamento dental se apresenta como a solução não invasiva e mais rápida de clarear a superfície dental e devolver a vontade de sorrir.

          O escurecimento dos dentes pode ter causas diversas como manchas intrínsicas (de dentro do dente) e as extrínsicas ( que estão por fora do dente) e na maioria dos casos, a resposta ao clareamento é muito boa, porém,alerta a especialista,deve ser feito sob a supervisão do dentista para evitar efeitos colaterais como a sensibilidade dentária.

Existem basicamente dois tipos de clareamento dental:

• Clareamento Caseiro:

Neste tipo de clareamento, o dentista molda o paciente para a confecção de uma moldeira personalizada que será preenchida com o gel clareador fornecido pelo mesmo. Existem diversos materiais clareadores, porém somente o dentista que acompanha o caso poderá eleger o que melhor se aplica ao paciente.Ao longo do uso desta moldeira ,o dentista irá supervisionar o tratamento através de visitas periódicas do paciente ao consultório. O paciente irá usar o gel por tempo prescrito pelo profissional geralmente à noite, após a higienização

• Clareamento no consultório:

No clareamento realizado no consultório, o dentista irá aplicar sobre os dentes um agente gel clareador mais potente. Durante a aplicação, a gengiva, lábios e bochechas são protegidos. Ideal para quem tem pouco tempo e exige resultados rápidos. A consulta dura em média 90 minutos As duas técnicas trazem ótimos resultados, porém o clareamento em consultório é mais procurado pela rapidez no resultado.  Há a possibilidade também de se associar as duas técnicas.

Facetas/laminados:

          As principais indicações para realização dos tratamentos estéticos compreendem alterações na face vestibular (parte de fora) dos dentes anteriores tais como, manchas por fluorose, escurecimento dos dentes, má formação, mau posicionamento no arco, restaurações amplas, perda de estrutura coronária por cárie ou traumatismo, tratamento das lesões de erosão, abrasão e diastemas. Os diastemas são espaços existentes entre os dentes que podem comprometer a estética e harmonia de um sorriso. Geralmente acometem os dentes anteriores superiores causando então, a desarmonia na estética facial. O fechamento desses espaços pode ser feito através de tratamento ortodôntico, o uso de resinas ou com facetas de porcelana.

          A faceta (ou laminado) pode ser executada diretamente na boca do paciente com resina composta ou ser de porcelana realizada no laboratório e, posteriormente colocada no dente do paciente. A faceta proporciona um resultado estético bonito e aspecto bucal saudável para o paciente,de uma forma bastante conservadora, porém,explica a especialista,como em qualquer outro tratamento, as facetas precisam ser bem indicadas,levando sempre em consideração a oclusão e  os hábitos do paciente .

Sensibilidade:

          Um problema que incomoda bastante os pacientes é a questão da sensibilidade dentária na região do colo dos dentes. Já é possível minimizar esse sintoma e até mesmo eliminá-lo dependendo do caso.
A sensibilidade pode estar relacionada a diversos fatores: retração gengival (a gengiva se retrai e expõe parte da raiz do dente, que geralmente é sensível), desgaste dentário (escovação incorreta, hábitos de roer unhas, ossos, canetas, apertamento de dentes ou bruxismo), lesões de erosão ácida (causada por dieta ácida, frutas cítricas, refrigerantes, vinhos; e até problemas estomacais como refluxo gastresofágico), defeitos de formação de tecidos dentários (dentinogênese e amelogênese imperfeitas), etc. A cárie também pode dar sensibilidade. O dentista deve ser consultado para diagnosticar e tratar este problema.


SERVIÇO: Odonto Consullte - Dra. Maria de Fátima Schoichet
Centro: Rua do Rosário,151/ Gr 603 – 21. 25097710
Leblon: Av. Ataulfo de Paiva 1079/ Sl 1006- 21. 25298670
www.odontoconsullte.com.br

Fonte: Odonto Consullte


Resp. Técnica:

Dra. Ma de Fátima Schoichet
CRO-RJ: 13701
EPAO-RJ 2420
Resp. Técnico:

Dr. José Jorge Schoichet
CRO-RJ: 13612
EPAO-RJ 2477
Site responsive! Pode ser visualizado em qualquer dispositivo movel.  OdontoConsullteOdontologia
  • sac@odontoconsullte.com.br